[ info ]

Nome : Lucas
Idade : 20 anos
Cidade :Barra do Piraí (atualmente em Barra Mansa)

Quer saber mais ?

[Atualmente]

Banda:Pearl Jam
CD:Vs.(Pearl Jam)
Música: State Of Love And Trust (Pearl Jam)
TV: A Grande Família
Filme: O Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças
DVD/Video:nenhum
Anime:
Love Hina
Mangá: Nenhum (faz tempo que eu não leio um)
Jogo:Nenhum
Livro : Nenhum (que vergonha)
Site :
Lugar:Meu Quarto
Hobby : Guitarra

[ arquivos ]

[ blogs favoritos ]

Trombadinhas
((Dark Goddess))
Caras do Apartamento
My Dream Blog
Forever And One
Blog da Sahra
Blog da Martha
Blog do Dú
*Reaching Horizons*
Desenrolando Pergaminhos
Templo da Hydra
Kaze-chan

Blog do Thales
Blog do Rodrigo
Babi
Blog Do Rômulo

[fotologs favoritos]

Meu fotolog
Fotolog do Wakko
Fotolog do Jonas
Fotolog da Hydra
Fotolog da Sahra
Fotolog da Martha
Fotolog do Pablo


[ sites ]

Google
Superdowloads
Baixaki
Deutsche Welle
Herói
Valinor
Smallville Torch
Whiplash
O Jovem Espírita
Cifra Club



[ layout por ]

Templates By Marina



[ quinta-feira, maio 05, 2005 ]

Esse post, estava programado, se é que eu posso classificar assim, para ir ao ar no domingo, ou no máximo na segunda feira. Mas já estamos na quinta feira, e somente agora eu começo a escrever algumas linhas do que virá a ser o post (ou não). Estava combinado que eu ia falar sobre o Encontro de Jovens Espíritas de Barra do Piraí (minha cidade), então vou tentar cumprir com o combinado.
Na verdade, é díficil comentar o que esse encontro, especificamente significa para mim , pois acho que se não fosse esse encontro, eu não me tornaria um jovem espírita, o que foi uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida, não que eu tenha melhorado o que eu devo melhorar como pessoas (é ainda possuo os meu vários defeitos) em virtude, do que podemos considerar como uma conversão religiosa, mas que muitas coisas melhoraram para mim depois de ser um adepto da Doutrina Espírita, isso é indiscutível. Principalmente em termos de amizade, pois falar da quantidade de amigos que eu fiz nesses últimos cinco anos é muito díficil. Díficil pelo fato de não encontrar palavras, de encontrar uma forma adequada de expressar o que todas essas amizades significam para mim e tantas outras coisas que são díficeis até de enumerar. Falar que o que me "prendeu" na Doutrina Espírita durante muito tempo foi única e exclusivamente as amizades que eu fiz e conservo até hoje, é algo completamente verdadeiro. E é nesses encontros que acontecem aqui na região durante todo ano, é que eu consigo verificar tudo o que eu disse acima. Atualmente um pouco mais velho e um pouquinho mais maduro, chego a conclusão de não é só por causa da amizade que você se torna adepto de uma convicção, seja qual for o caráter da mesma. Existem outras coisas que vão além, mas posso afirmar que a fraternidade que você consegue encontrar é um forte sustentáculo para que você permaneça participando de um Movimento , que no meu caso é o Movimento Espírita. O encontro no último fim de semana, estudamos os 3 livros de Léon Denis : O Problema do Ser, do Destino e Da Dor. Cada grupo ficou com um livro e eu fiquei no grupo do livro que trata do Destino, dentre várias coisas que estudamos, uma que eu acho que vale citar é que : Só você pode decidir o seu destino, seja para o bem ou para o mal, afinal temos total consciência de como tomar as decisões que irão definir o nosso destino. Talvez essa tenha sido a mais importante lição durante esses dois dias de estudo (ou vocês acham que um encontro de jovens espíritas é só festa e confraternização ?).

Já ia me esquecendo, quase 3 meses na faculdade, e nem escrevi nada a respeito aqui. O que eu posso dizer é que eu estou gostando muito. Já estou estagiando no Laboratório de Turismo da faculdade e já passei pela primeira semana de provas do curso, o que não foi ruim para mim, consegui boas notas e todo mundo sabe que isso é importante , espero mantê-las durante todo o curso. E quando me perguntam : "O que você faz ?" e eu respondo :"Turismo!" e a pessoa surpresa pergunta novamente :" Você vai ser o que? Turista!" , para não polemizar eu respondo : "Deve ser isso mesmo". Bem que eu gostaria de ser um turista, mas quem se torna um Bacharel em Turismo não vai se tornar turista. Iria ser muito bom poder viajar, conhecer lugares novos diferentes, e ganhar para isso (tem gente que até ganha né ?. Mas é necessário que existam pessoas que trabalhem para que as pessoas façam Turismo, e quem são essas pessoas ? Nós, os (futuros) Bacharéis em Turismo.



Ao som de Maybees - Picture Perfect , o disco inteiro que é muito bom !!!Eu recomendo !!!!


Música que está tocando exatamente nesse momento: Maybees - Sunflower !!


por Lucas * 2:37 PM